BUSCA
Emissão da NFC-e por pequenos comerciantes ficará para 2019
02 DE JANEIRO DE 2018
O governador José Ivo Sartori editou decreto, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) na sexta-feira, 29 de dezembro, postergando para 1º de janeiro de 2019 a obrigatoriedade de contribuintes com faturamento de até R$ 360 mil por ano emitirem a Nota Fiscal de Consumidor (NFC-e). A mudança de data para estas empresas do setor do varejo, que estão enquadradas no Simples Gaúcho, decorre principalmente das dificuldades de acesso à Internet em regiões do interior. A NFC-e vem substituindo gradativamente a emissão de outros modelos do documento entregue ao consumidor fiscal, como o cupom fiscal, a NF-e e a nota fiscal em papel.

A emissão da NFC-e para as micro e pequenas empresas estava prevista entrar em vigor em 1º de janeiro de 2018. “Além das dificuldades técnicas pela ausência de sinal de Internet em determinas áreas, a mudança do equipamento sempre representa um custo adicional num momento que a economia dá os primeiros sinais de recuperação”, ponderou o secretário da Fazenda, Giovani Feltes. Ele salientou que a postergação para 2019 repete o tratamento já dispensado aos pequenos produtores rurais, que igualmente não tinham como emitir a NF-e pelas mesmas restrições técnicas.
RECEBA NOSSAS NOVIDADES:
© 2019 FEMICRO/RS. Federação das Associações de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Todos os direitos reservados.